Victor Hugo

Frases do Victor Hugo

Victor Hugo (1802-1885) foi um dos maiores escritores românticos da França no século XIX, autor de "Os Miseráveis" e o "Corcunda de Notre Dame", entre outras obras célebres.

Quando não somos inteligíveis é porque não somos inteligentes.

Os braços de uma mãe são feitos de ternura e os filhos dormem profundamente neles.

Os braços de uma mãe são feitos de ternura e os filhos dormem profundamente neles.

Os braços de uma mãe são feitos de ternura e os filhos dormem profundamente neles.

Parabéns pelos nossos 25 anos de felicidade! Olho para o passado com embriaguez, mas não é com menos deslumbramento que encaro o nosso futuro. Eis-nos, agora, um do outro para todo o sempre, sem ansiedades, sem inquietações, sem angústias. Atravessamos e vencemos tudo o que era mau e que poderia ser fatal. Estamos na plena posse dos nossos dois destinos fundidos em um só. O nosso amor não terá a frescura dos primeiros tempos, mas é um amor posto à prova, um amor que conhece a sua força, e que mesmo para além do túmulo, espera ser infinito. O amor, quando nasce, só vê a vida, o amor que dura vê a eternidade. (Victor Hugo)

Vós, que sofreis, porque amais, amai ainda mais. Morrer de amor é viver dele.

A suprema felicidade da vida é a convicção de ser amado por aquilo que você é, ou melhor, apesar daquilo que você é.

Amar é saborear nos braços de um ente querido a porção de céu que Deus depôs na carne.